Manaus Limpa

Você está Aqui: Home

Papel e Papelão

A reciclagem de papel é o reaproveitamento do papel não-funcional para produzir papel reciclado.

Há duas grandes fontes de papel a se reciclar: as para pré-consumo (recolhidas pelas próprias fábricas antes que o material passe ao mercado consumidor) e as para pós-consumo (geralmente recolhidas por catadores de ruas). De um modo geral, o papel reciclado utiliza os dois tipos na sua composição, e tem a cor creme.

A aceitação do papel reciclado é crescente, especialmente no mercado corporativo. O papel reciclado tem um apelo ecológico, o que faz com que alcance um preço até maior que o material não reciclado. No Brasil, os papéis reciclados chegavam a custar 40% a mais que o papel não reciclado em 2001. Em 2004, os preços estavam quase equivalentes, e o material reciclado custava de 3% a 5% a mais. A redução dos preços foi possibilitada por ganhos de escala, e pela diminuição da margem média de lucro.

Na Europa, o papel reciclado em escala industrial chega a custar mais barato que o papel não reciclado, graças à eficiência na coleta seletiva e ao acesso mais difícil à celulose, comparado ao do Brasil.

A Falta de Coleta Seletiva é outro fator que encarece o papel reciclado no Brasil, pois é preciso separa o material reciclável do não-reciclável, gerando um custo adicional ao processo. Além disso, com a mistura de lixo orgânico e inorgânico existe a possibilidade de contaminação (gordura, restos de alimento, café), impossibilitando a reciclagem no caso do papel.

Localização